Ajuda, Dicas

PASSO A PASSO PARA FAZER UM SABONETE ARTESANAL – I

Passo a passo para fazer um sabonete artesanal I - Medidas de Segurança

Já pensaste em criar o teu próprio sabonete? Selecionares os ingredientes mais adequados para a tua pele? Ou então para simplesmente conheceres como são feitos os sabonetes artesanais que colocas no teu corpo?

Se sim, este passo a passo para fazer o sabonete artesanal é para ti!:)

 

Nós sentimos essa necessidade para puder selecionar os melhores produtores portugueses e também porque gostamos muito de saber todo o processo até a chegada a nossa casa, neste caso, de criar um sabonete, para assim saber falar melhor dos produtos que vendemos e dar-vos soluções aos vossos problemas.

Outro motivo é porque adoramos ser autossuficientes e então foi por isso que tirei um curso de saboaria no Instituto Português de Naturologia, que adorei, digo-vos já, desde a formadora Ana Rijo, uma mulher excecional, que ainda hoje acompanha os seus formandos e depois todo o processo de fabrico de um sabonete apaixonou-me!

Este passo a passo é o primeiro, de um total de 10, para que possam assim aprender a fazer ao vosso ritmo e de forma simples.

O método que vamos usar para fabricar o sabonete escolhido é o Hotprocess (mais à frente falarei sobre este método).

Hoje vou falar-vos das medidas de segurança a adotar na fabricação do sabonete artesanal.

PASSO A PASSO PARA FAZER UM SABONETE ARTESANAL –
I – Medidas de Segurança

  • Proteger os olhos – Utilizando os óculos de proteção, podes encontrar aqui;
  • Proteger as mãos – Utilizando luvas de proteção resistentes a produtos químicos, podes encontrar aqui;
  • Proteger a boca e o nariz – utilizando máscara de proteção com filtros, podes encontrar aqui;
  • Proteger o corpo – utilizando um avental (da tua preferência) – evitar os descartáveis para assim pouparmos o ambiente 😊
  • Evitar a presença de animais e crianças aquando da elaboração do sabonete, ou seja, fazer o sabonete acompanhado só de adultos e devidamente equipados (respeitando as regras de proteção acima descritas);
  • Local ventilado, ou seja, manter as janelas abertas ou na inexistência de ventilação natural, recorrer à ventilação forçada nomeadamente, o exaustor.

 

Todas as regras em cima descritas devem-se à utilização de hidróxido de sódio numa das fases de fabrico. O hidróxido de sódio é vulgarmente conhecido pelo nome soda cáustica, tendo como perigo identificado a corrosão. Podem consultar a ficha de dados de segurança, aqui, onde encontrarão todas as medidas a adotar aquando da utilização, armazenamento, e em caso de fugas.

Gostaram? Já sabiam das regras de segurança a adotar? Estão surpreendidos/as?

Já se estão a imaginar assim vestidos para fazer o vosso próprio sabonete? 🙂

 

Na nossa loja online podes encontrar diferentes sabonetes artesanais, para cuidares da tua pele naturalmente!

 

A nossa experiência

Para mim adotar as regras de segurança faz todo o sentido, é certo, que às vezes, dificultam o pouco, porque os óculos embaciam e temos que parar tudo e limpá-los, por exemplo, mas é só assim que faz sentido fazer um sabonete, pois estamos a garantir a nossa segurança e saúde e só assim respeitando as regras vamos fazer sabonete até ao fim! Lembrem-se disso!

Quando estava a iniciar a aprendizagem de fazer o sabonete artesanal e me foi dito que se utilizava um produto químico altamente corrosivo, confesso que fiquei apreensiva… mas depois racionalizei😊 depois de misturarmos a soda com água (que é como vamos utilizar) ele deixe de ser perigoso…e então a partir daí só queria saber mais para aprender a fazer o sabonete… e vocês o que acham da utilização da soda cáustica?

 

Para o próximo blog, vamos falar dos utensílios a usar!

Até breve,

 

Loja online de venda de cosméticos naturais www.sabaopaixao.pt 

 

Fontes:

  1. Material de apoio – curso de saboaria I, IPN, Ana Rijo, maio 2021

 

 

Related Posts

Deixe uma resposta